Desafio das commodities para a UNIP no 1º trimestre de 2024 

Há um ditado no mercado financeiro que diz: "nunca se deve comprar uma ação de commodities quando os múltiplos parecem baixos, mas apenas quando estão muito altos, porque o negócio é cíclico." Os resultados do primeiro trimestre de 2024 da UNIP reforçam a sabedoria deste ditado. 

Comparando com o ano anterior, a margem bruta da empresa encolheu. O lucro líquido caiu impressionantes 78% e a UNIP já não possui caixa líquido.  

A empresa tem enfrentado a queda nos preços, a redução da demanda e a concorrência de produtos estrangeiros. Estes são mais competitivos devido ao acesso a matérias-primas mais baratas e ao gás natural. 

A boa notícia (se é que há alguma) é que podemos estar começando a ver uma leve melhora nos preços das commodities (PVC +3% e Soda +9% em relação ao trimestre anterior), mas ainda é cedo para afirmar isso com certeza. 

Não houve geração de caixa operacional nem fluxo de caixa livre no trimestre. A empresa aumentou sua alavancagem e provavelmente continuará a fazê-lo nos próximos trimestres se a situação não melhorar. Não houve acréscimo de lucro econômico (EVA) no período. 

Conte com a equipe de especialistas em investimentos da Acura Capital para acessar as melhores oportunidades de acordo com seu perfil.