Como a política monetária mundial está impactando a economia brasileira?  

A segunda quinzena de março de 2024 contou com importantes indicadores no cenário da economia internacional.

Diversos indicadores importantes para economia foram vistos nos últimos dias. Não apenas no Brasil, mas no mundo globalizado em que vivemos, acontecimentos ao redor impactam diretamente todos os pequenos sistemas.

Isso porque os indicadores significam mudanças na política de importações e exportações, e novas taxações podem ocorrer.

Nos Estados Unidos, por exemplo, será realizada a Reunião de Política Monetária, além da decisão sobre o patamar de juros. Teremos, também, a divulgação das projeções para as principais variáveis macroeconômicas.

"Esperamos que a taxa permaneça inalterada. Um ponto de destaque é o comunicado que deve manter um tom cauteloso. Em relação ao futuro, esperamos uma revisão altista para o crescimento em 2024, bem como uma revisão altista para o núcleo da inflação (PCE)", afirma André Carvalho, economista e diretor de portfólio da Acura Capital.

Ainda serão divulgadas as prévias dos PMIs de março. “É aguardado que o PMI do setor industrial recue de 52,2 pontos para 51,8 pontos, enquanto o Índice de Serviços caia de 52,3 pontos para 52,0 pontos” completa. 
  

Japão

Na Reunião de Política Monetária, as expectativas do mercado estão divididas, devido aos sinais contraditórios na economia.

Por um lado, temos um forte movimento de reajustes salariais e, por outro, os dados de consumo das famílias, que apontam um enfraquecimento.

“Acreditamos que a era de juros negativos no Japão será encerrada em breve, caso nesta reunião o Banco Central decida por aguardar ter acesso a mais dados”, adiciona Carvalho.